Quarta-feira, 5 de Agosto de 2020

MARCO AURÉLIO- IMPERADOR ROMANO E FILÓSOFO

 

Sempre que tenho de sair de Trancoso e me desloco às cidades mais próximas como a Guarda, Viseu ou Coimbra, vou sempre a uma livraria procurar as novidades literárias. Desta vez encontrei  o livro atrás mencionado, com o título desta crónica, que suscitou a minha curiosidade. Li e gostei. O livro Meditações foi escrito pelo Imperador Marco Aurélio que foi também um filósofo.  Para começar irei descrever em traços largos os aspectos mais importantes da sua biografia.

1-O nome de família de Marco Aurélio era Vero. O Imperador Adriano chamava-o sempre por Verísssimo ( O mais sincero, o mais honesto ). Este Imperador adoptou e designou como seu sucessor Antonino-o-Pio e este por ordem de Adriano adoptou Marco Aurélio, então com 17 anos de idade. Quando chegou a adulto Marco Aurélio tornou-se co-regente do pai adoptivo Antonino-o-Pio. Com ele subiu ao trono um filósofo. Antonino-o-Pio morreu em  161 e sucedeu-lhe Marco Aurélio então com 40 anos. No Oriente a luta contra os Partos aumentou de violência mas a situação era mais perigosa no Danúbio. Os Germanos tinham-se unido numa sólida aliança sob a direcção de Marcomanos. Em 167 as tribos germânicas lançaram um ataque contra a Panónia, actual Hungria e infligiram uma pesada derrota a um exército romano. Depois dirigiram-se para os Alpes e invadiram a Itália do Norte. E aqui começou a guerra dos Marcomanos. Mas a paz com os Partos facilitou a vida aos Romanos. Marco Aurélio chamou as legiões  do Oriente e com esta ajuda pode expulsar os Germanos para o outro lado dos Alpes. O altruísmo e a confiança do Imperador estoico encheu os soldados de uma nova coragem. Marco Aurélio levou a guerra ao próprio território dos Marcomanos e reconquistou a sua capital . Marco Aurélio foi morto no ano de 180 pela peste quando preparava uma nova expedição contra os Marcomanos.

2-. Marco Aurélio foi  um filósofo que aderiu à corrente filosófica do estoicismo. Na infância teve uma educação esmerada: estudou Homero, Hesíodo, aprendeu Desenho, Pintura e Retórica. O inspirador do seu pensamento foi Epitecto. Escreveu uma espécie de diário filosófico que consta de 12 livros. Marco Aurélio imprimiu à sua filosofia uma forma meditativa e contemplativa. Aceita que a filosofia tem 3 partes distintas: física, lógica e ética. Uma grande parte do seu pensamento tem como objectivo a moral. Para Marco Aurélio o homem deve viver segundo a razão. A razão humana procede da razão cósmica divina. O homem tem de viver segundo os imperativos dessa razão que representa o bem. Para ele Deus está imanente na natureza e panteisticamente na humanidade. Daí decorre o sentimento de amor ao próximo, a fraternidade, o altruísmo e a compreensão mesmo em caso de ofensa à nossa pessoa. A virtude consiste em viver de acordo com a natureza . Este caminho conduz à ataraxia ( paz interior ). Não há felicidade sem uma vida virtuosa. O homem deve tornar-se independente das coisas exteriores renunciando às paixões e à exterioridade mundanas. Os princípios do pensamento  ético de Marco Aurélio são muito parecidos com os do cristianismo: amor ao próximo, compreensão, tolerância, fraternidade. Mas enquanto para o estoicismo estes princípios assentam na natureza que é igual em todas as pessoas para os cristãos eles têm a sua origem num Deus Pessoal que é pai de todos e a todos acolhe como filhos. Por outro lado os estoicos em relação ao mal adoptam uma atitude mais passiva e de resignação. Os cristãos entendem que devem lutar para corrigir o que está mal e lutar por uma sociedade mais justa, mais honesta e humana. Uma outra característica do estoicismo é o alheamento perante o sofrimento , a dor e  a morte. O que acontece tem inevitavelmente de acontecer e há como que um determinismo na natureza ao qual não podemos fugir. Por fim vou transcrever algumas citações do livro de Marco Aurélio.

CITAÇÕES:

1-O que é divino merece o nosso respeito pela sua excelência; o que é humano merece o nosso afecto porque é semelhante a nós próprios, e por vezes também, a nossa piedade

2-Não desperdices o tempo que te resta de vida a especular sobre os outros- a não ser que possa afectar um bem comum. Fazê-lo irá impedir-te de fazer algo de útil.

3-Qual é a singularidade do homem bom ? Aceitar de bom grado todas as experiências que o Destino lhe envia.

4-Enquanto estás vivo e capaz sê bondoso.

5-Nunca te deixes levar pela emoção. Age com justiça e vê as coisas como realmente são.

6-Lembra-te deste princípio quando alguma coisa  ameaça causar-te dor: a coisa em si não é de maneira nenhuma um infortúnio;  suportá-la e resistir-lhe é uma felicidade.

7-O principal bem de um ser racional é a solidariedade com o seu semelhante- é nossa razão de existir.

8-Crença, decoro , justiça e verdade« desapareceram da terra e só são encontradas no céu »

9-Não assumas que uma coisa é impossível só porque te parece difícil. Reconhece apenas que, se ela é humanamente  possível, também poderás fazê-la.

10-A nossa vida é curta. As únicas recompensas da nossa existência aqui são um carácter imaculado e acções altruístas.

11-A única coisa que é preciosa: viver esta vida em verdade e com rectidão. E ser tolerante com aqueles que não o fazem.

12-Perfeição de carácter: viver cada dia como se fosse o último, sem frenesim, nem apatia, nem fingimentos

13-Os humanos foram feitos para ajudar os outros. E quando ajudamos os outros- ou os ajudamos a fazer algo- estamos a fazer aquilo para que fomos criados

publicado por pontodemira às 11:50
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


.posts recentes

. O Século da Solidão- Como...

. SOBRE O FUTURO ( Perspect...

. AQUILO EM QUE CREIO

. COMO EVITAR UM DESASTRE C...

. SONHEMOS JUNTOSO- CAMINHO...

. EUTANÁSIA: SIM OU NÃO

. O REGRESSO DA ULTRADIREIT...

. DEUS E O MERCADO

. A TERRA INABITÁVEL-Como v...

. CARTA ENCÍCLICA: FRATELLI...

.arquivos

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Abril 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub