Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2022

A Consciência Do Limite

 

1-Wittgenstein  nasceu em Viena no dia 26 de Abril de 1889. Em Berlim estudou engenharia mecânica e mais tarde em  Manchester iniciou os estudos em aeronáutica. Em 1911 começou os estudos de Filosofia com Russel no Trinity  College de Cambridge. No começo da 1ª  Grande Guerra alistou-se como soldado no exército austríaco. Em 1919 obteve  o título de professor do ensino primário na Escola Normal de Viena e foi colocado numa escola rural da Baixa Áustria. Em 1929 volta a Cambridge e obtém o doutoramento com o Tratactus. Na 2ª Grande Guerra trabalhou como voluntário em Londres. Em 1947 renuncia à cátedra e escolheu a Irlanda como destino de trabalho. Em 29 de Abril de 1951 morreu em Cambrige em casa do seu médico.

2-As obras de referência que nos deixou para análise do seu pensamento são:  O Tratado Lógico Filosófico,  As Investigações Filosóficas e o livro Da Certeza. O primeiro livro foi  a única obra filosófica publicada em vida.

3- Tratado Lógico Filosófico. Neste livro Wittgenstein pretende mostrar que há uma correspondência entre a forma da linguagem e a forma do mundo. Esta é a primeira fase da Filosofia de Wittgenstein e a que costuma designar-se como teoria figurativa ou pictórica do significado. O Tratado é considerado um dos textos de referência do atomismo lógico herdado de Russel que estabeleceu uma relação isomórfica entre a linguagem lógica e a realidade. O Mundo e a Linguagem teriam a mesma essência lógica o que possibilitaria que as palavras figurassem as coisas e as proposições os factos. E passo a citar algumas passagens do Tratado:

O mundo  é a totalidade dos factos não das coisas ; a realidade total é o mundo ;a imagem é um modelo da realidade ; a imagem lógica dos factos e o pensamento ; o pensamento é a proposição com sentido ; a totalidade das proposições é a linguagem ; o objectivo da Filosofia é a clarificação lógica  dos pensamentos  ,toda a dedução ocorre à priori ; os limites da minha linguagem significa  os limites do meu mundo ; a Matemática é um método da Lógica ; existe no entanto o inexprimível. É o que se revela, é o místico ; O método correcto da Filosofia seria o seguinte: só dizer o que deve ser dito isto é as proposições das ciências naturais. E o Tratado termina dizendo ; Acerca daquilo de que se não pode falar, trem que se ficar em silêncio

4-As Investigações   As Investigações começam com um texto extraído das Confissões de Santo Agostinho onde ele procura explicar como começou a falar. As pessoas mais velhas apresentavam-lhe objectos e nomeavam-nos.  Pegavam por exemplo numa maçã e diziam : «maçã ». E assim a pouco e pouco aprendia o que significavam as palavras e começava a utilizá-las para  dizer às pessoas o que queria. Isto pode levar as pessoas a pensar que a linguagem tem uma essência, uma única função e que a única função seria nomear objectos. Mas Wittgenstein  nas Investigações compara a linguagem a uma caixa de ferramentas. As palavras são ferramentas pois adquirem o seu significado quando se utilizam e por isso admite diferentes utilizações. Isto leva a pôr de  lado a ideia de que o significado de uma palavra era algo de imutável que a acompanhava sempre. Mas o significado da palavra estaria no uso que dela se faz num determinado contexto linguístico. Todos sabem que existe uma grande variedade de jogos: cartas, xadrez , futebol, jogo das escondidas, etc. Nuns há vencedores e vencidos. Uns têm regras a respeitar . Mas nem todos têm uma característica comum. Assim devemos ver a palavra « jogo » enquanto termo para semelhanças de família. Diz-nos ainda que muitos filósofos esvoaçam à toa como moscas dentro de uma garrafa a bater nas paredes. A forma de resolver este problema é tirar a rolha e voar para fora da garrafa.

5-Da Certeza Este é o último livro escrito por Wittgenstein . Podemos duvidar de muitas coisas mas também há certezas que não podemos pôr em causa. E vou citar alguns exemplos que o filósofo nos dá: Pelo facto de me parecer a mim- ou a toda a gente – que uma coisa é assim, não se segue que ela o seja; O que podemos perguntar é se faz sentido duvidar dela ; Eu sei «isso» significa. « Sou capaz de errar acerca disso» Mas se o sou, tem de se poder comprovar objectivamente ; Se a experiência é o fundamento da nossa certeza, naturalmente que se trata da experiência passada; Nós sabemos que a água ferve quando a pomos ao lume. Como sabemos ? A experiência ensinou-no-lo; Não posso estar em erro  acerca de 12X12= 144; E não se pode opor a certeza matemática à relativa incerteza das proposições empíricas.

6-Conclusão.  Wittgenstein é um representante da filosofia pós-moderna. Partilhou a certeza de Shopenhauer de que não podemos conhecer o mundo tal como ele é mas que lidamos sempre com a nossa representação, com a imagem que dele construímos. Concorda ainda com a crítica ao conhecimento humano que Kant desenvolveu na Crítica da Razão Pura de que só podemos conhecer o mundo dos fenómeno, isto é, a  realidade tal como ela é recebida pelos nossos sentidos. A realidade tal como é em si mesma é-nos vedada. Para Wittgenstein os limites da filosofia são a ética, a estética, a metafísica e a Religião. A filosofia só pode preocupar-se dos factos e só as proposições da ciência natural se podem afirmar. Considerava a Matemática como um método da Lógica. A filosofia serviria apenas para desatar nós e clarificar ideias. Para terminar direi que Wittgenstein é dos filósofos de pensamento mais complexo e de mais difícil interpretação.

 

 

publicado por pontodemira às 18:41
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30


.posts recentes

. A TIRANIA DO MÉRITO

. UMA BREVE HISTÓRIA DA IGU...

. A SABEDORIA EM TEMPO DE C...

. A NOVA ARTE DA GUERRA- S...

. O PRÍNCIPE_ MAQUIAVEL

. A Consciência Do Limite

. O HOMEM EM BUSCA DE UM SE...

. VIVO ATÉ À MORTE

. A arte de viver em Deus- ...

. OS GRANDES FILÓSOFOS: HUM...

.arquivos

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Abril 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub