Quarta-feira, 28 de Julho de 2010

IMPRESSÕES DE UMA VIAGEM ( 1ª parte - Budapeste )

 

Uma das coisas que me dá mais gosto e prazer é viajar. Há quem prefira ficar em casa a dormir. Cada um tem a sua filosofia de vida e não há que estranhar.  Talvez seja um  cansativo andar de um lado para o outro e levantar um pouco mais cedo que o habitual. Mas as belezas e maravilhas que usufruímos compensam de longe o esforço despendido.

Todos os anos costumo visitar um país estrangeiro que ainda não conheça. Desta vez a minha preferência incidiu sobre quatro países da Europa Central : Hungria, Áustria, Eslováquia e República Checa. Foi uma experiência enriquecedora que me pôs em contacto com povos , culturas e línguas diferentes.

Budapeste , capital da Hungria é uma cidade de rara beleza que o rio Danúbio divide ao meio: a parte ocidental designada por Buda e a oriental que tem o nome de Peste. Buda é a parte alta e velha da cidade. Nela se encontra o Monte de São Geraldo, o bairro do Castelo, o palácio do Castelo e a Igreja Matias. No Monte de São Geraldo pode ver-se o monumento da Liberdade. Trata-se de uma figura feminina de 14 metros de altura que tem sobre a cabeça um ramo de palmeira. Do topo desta colina tem-se uma vista deslumbrante de toda a cidade. Consta que foi desta colina que os pagãos atiraram o bispo São Geraldo que viera em 1046 da Polónia para converter os húngaros.

O Palácio Real  é o edifício que mais sobressai na colina. Foi edificado no século XIV e reconstruído no estilo barroco no século XIX. Devido aos danos sofridos no na 2ª guerra mundial foi remodelado nos anos 50.

Outro edifício imponente na colina do Castelo e que visitámos é a Igreja de Matias. Durante a ocupação turca foi transformado em mesquita e reconstruído em 1874 e 1896 em estilo neo-gótico.

Na parte baixa da cidade ou seja em Peste tivemos ocasião de observar  os seguintes monumentos: Praça dos Heróis , Parlamento, Ópera Nacional da Hungria e catedral de Santo Estêvão.

Na Praça dos Heróis existe um obelisco no topo do qual se vê o arcanjo São Gabriel levantando os símbolos do reino húngaro. Na base do obelisco estão os 7 líderes políticos que conduziram os húngaros para a Bacia dos Cárpatos em 896. Nas colunatas laterais podem ver-se as figuras mais influentes do país.

O Parlamento começou a ser construído em 1896 e só em 1904 se concluiu. É constituído por duas alas simétricas tendo na parte central uma cúpula de 96 metros de altura. Primitivamente funcionavam no Parlamento duas Câmaras: a dos Nobres e a dos Burgueses, cada uma em sua ala. Hoje existe apenas uma Câmara. No cimo da escadaria que dá acesso ao Parlamento encontra-se,  numa redoma em vidro, a coroa de Santo Estêvão.

A Ópera Estatal é um edifício em estilo neo-renascentista do século XIX.  Pudemos ver o camarote onde se costumava sentar a Sissi, mulher do Imperador Francisco José.

A catedral de Santo Estêvão em estilo clássico é a maior igreja da cidade e começou a ser construída na segunda metade do século XIX, acabando a sua construção cinquenta anos depois. Nela podemos observar uma mistura de estilo clássico com estilo neo-renascentista.

Já a caminho da Áustria  tivemos ocasião de visitar o Castelo de Visagrade ( visa-belo ; grade-castelo ) do qual se desfruta uma panorâmica soberba,  Depois do almoço em restaurante típico, onde fomos coroados como reis, seguimos para Esztergom que foi a capital religiosa da Hungria e onde foram coroados todos reis.

 

FRANCISCO MARTINS

 

 

 

publicado por pontodemira às 22:49
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Fanatismo e fundamentalis...

. Análise crítica ao livro:...

. Sapiens: Breve História d...

. Três realidades distintas...

. O financiamentodos partid...

. A globalização em análise

. Democracia, populismo e x...

. Democracia,populismo e xe...

. Os incêndios florestais (...

. Os grandes filósofos: Mar...

.arquivos

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds