Sexta-feira, 26 de Maio de 2023

O SÍNODO DA IGREJA CATÓLICA 2023-24

 

Como é do conhecimento geral o Papa Francisco convocou um Sínodo que vai começar, segundo o que está previsto, em Outubro de 2023 e terá a sua conclusão em Outubro de 2024. A Igreja católica está a sofrer uma enorme crise que tem muito a ver com a secularização da sociedade e com a vida materialista e agitada que uma grande parte da população leva sem ter tempo para pensar, meditar ou reflectir. A felicidade para muita gente está em gozar a vida e olhar de lado para os esquecidos da sociedade: pobres, imigrantes, doentes e vítimas da guerra. Para muitos a vida não tem qualquer sentido e acaba com a morte.

O Concílio Vaticano II convocado pelo Papa Francisco em 1961 teve uma inovação importante. A eucaristia e os actos litúrgicos que eram celebrados em latim passaram a  ser feitos na língua originária de cada país. O celebrante que presidia aos actos litúrgicos fazia-o de costas viradas para a assistência. Lembro-me também que que na Igreja havia uma separação de homens e mulheres. Os homens ficavam nos bancos da frente e as mulheres atrás. Todas estas regras e praxes tinham a sua origem na religião judaica onde ainda prevalece a separação e a discriminação entre homens e mulheres. Quando se fez esta reforma houve muitos padres que se revoltaram e não aderiram a estas regras. Isto também poderá acontecer com algumas reformas que irão ser implementadas com este Sínodo. Não sou teólogo nem queria imiscuir-me nestes assuntos. Creio no entanto que todos os baptizados são cristãos e como tal parte integrante da Igreja. Seria muito importante que todos os interessados  dessem a sua opinião sobre as principais reformas a fazer na Igreja. Bastaria que a cada um fosse fornecido um questionário sobre os temas mais importantes a tratar no Sínodo. Resta-nos  a esperança que as mulheres que vão tomar parte no Sínodo e com direito a voto tenham um papel importante na reforma que é preciso fazer.

Pessoalmente entendo que deve haver uma reforma dos textos litúrgicos sobretudo os do Antigo Testamento que foram escritos num determinado contexto e se encontram desadaptados para a época que estamos a viver. Não faz sentido por exemplo falar num Deus cruel e vingativo e ao qual se pede para mandar matar pessoas. Também não faz sentido que o sacerdote tenha de assumir o celibato. O celibato devia ser facultativo e não obrigatório. Muitos apóstolos e discípulos de Jesus eram casados.  Também a confissão auricular devia ser facultativa pois a obrigatoriedade inibe muitos cristãos de comungarem. É claro e evidente que quem tenha problemas deverá abordar um sacerdote. Jesus não instituiu o sacerdócio mas incumbiu os discípulos e apóstolos de divulgarem o Evangelho. O clericalismo só surgiu mais tarde na Igreja. Mas só quando o cristianismo se tornou a Religião oficial do Império Romano é que tudo se vai alterar. A Igreja começa a imiscuir-se na política e os políticos a imiscuírem-se na Igreja.

A parte mais polémica das reformas a fazer  seria a atribuição às mulheres do poder de celebrar a eucaristia. Há uma disposição petrina que inibe a mulher desse ministério e que se trata de um dogma intransponível.

 Acabei de ler  recentemente um livro  que tem como Título  “ Um Cristianismo Sinodal Em Construção “  da autoria de Mário de França Miranda que é doutorado em teologia e Professor na  Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Na parte final do livro ou seja no Epílogo o autor diz-nos quais os traços marcantes de um cristianismo Sinodal futuro. E passo a transcrever o seguinte:

1-O Cristianismo futuro deverá ser apresentado a partir da pessoa de Jesus Cristo, das suas palavras e das suas acções

2-O Cristianismo futuro deverá fomentar a vivência real da fé que impregne toda a vida do cristão, não se limitando apenas a confissões de fé e a recepção de sacramentos.

3-O Cristianismo futuro deverá ser um Cristianismo missionário. Ser cristão significa estar comprometido com a missão de proclamar e realizar o Reino de Deus.

4-O Cristianismo futuro irá recuperar a diversidade de carismas no interior da comunidade cristã. Deverá oferecer formação e espaço de acção para o laicado, seja no interior da comunidade , seja na relação com a sociedade.

5-O Cristianismo futuro deverá expressar-se numa linguagem acessível. Deverá rever os textos doutrinais e  litúrgicos para libertá-los seja de expressões arcaicas seja de concepções teológicas subjacentes, recusadas pela consciência eclesial moderna.

6-O Cristianismo futuro deverá fomentar mais a experiência religiosa. É a experiência pessoal de Deus em acção na pessoa que fundamenta a sua fé.

7-O Cristianismo futuro deverá consistir em comunidades menores, nas quais as pessoas se conheçam, possam partilhar as suas experiências e aprender umas com as outras.

8-O Cristianismo futuro deverá estar presente e colaborar em todos os sectores da sociedade, para levar por diante o projecto de humanização, intrínseco à noção de Reino de Deus. Não haverá mais acções profanas na vida do cristão; são todas sagradas desde que realizadas por amor e solidariedade, estimuladas pelo Espírito Santo.

9- O Cristianismo do futuro passará por mudanças nas expressões da mensagem e na própria instituição eclesial numa sociedade transformada pela cultura virtual

10-O Cristianismo futuro dependerá também da nossa colaboração neste momento histórico Afinal, todo o cristão , como tal, está activamente comprometido com o projecto de Deus para o mundo, no seguimento de Jesus Cristo.

publicado por pontodemira às 19:37
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2024

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30
31


.posts recentes

. A PRÓXIMA GUERRA CIVIL- ...

. A DEMOCRACIA MANIPULADA

. NENHUM CAMINHO SERÁ LONGO

. A BÍBLIA TINHA RAZÃO

. QUEM GOVERNA O MUNDO

. O QUE VOS PEÇO EM NOME DE...

. A ECONOMIA PODE SALVAR O ...

. NENHUM HOMEM É UMA ILHA

. O ROSTO DE DEUS

. Ressaibos da Jornada Mund...

.arquivos

. Maio 2024

. Abril 2024

. Março 2024

. Fevereiro 2024

. Janeiro 2024

. Novembro 2023

. Outubro 2023

. Setembro 2023

. Agosto 2023

. Julho 2023

. Junho 2023

. Maio 2023

. Abril 2023

. Março 2023

. Fevereiro 2023

. Janeiro 2023

. Dezembro 2022

. Novembro 2022

. Outubro 2022

. Setembro 2022

. Agosto 2022

. Julho 2022

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Abril 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub