Sexta-feira, 31 de Janeiro de 2020

A Desigualdade No Mundo

 

A época que estamos a viver está a produzir alterações a nível económico, político e social. A China um país comunista é hoje a maior economia do mundo. A democracia está a decair em muitos países e a caminhar para o populismo ou para a plutocracia. Verifica-se também que enquanto  a riqueza se concentra num número reduzido de pessoas as desigualdades sociais e a decadência da classe média estão a aumentar.

“A Desigualdade no Mundo “ são o tema de um livro escrito por Banko Milanovic professor na City de Nova York do qual irei fazer um breve resumo.

O que irá acontecer no próximo século? É difícil fazer previsões mas há certas hipóteses a considerar. É natural que as economias mais pobres ou emergentes apresentem taxas de crescimento mais elevadas “per capita” do que os países ricos. Em países como a China as desigualdades podem diminuir mas em países pobres podemos assistir também a um aumento da desigualdade. Quais serão os perigos da desigualdade ? O crescimento da desigualdade vai diminuir a classe média que tem um efeito preponderante na manutenção da democracia e da estabilidade. O afastamento da democracia pode assumir duas formas: uma delas é a plutocracia norte americana e a outra o populismo europeu.

Plutocracia- Nos EUA os ricos é que mandam na política. As empresas são consideradas pessoas individuais e por isso podem interferir na política financiando os partidos. A atenção dos ricos recai sobre a supressão da democracia procurando suprimir a vontade dos pobres e desviando   a atenção da classe média para problemas relacionados com questões de cariz social e religiosos. As pessoas não vão votar com base em assuntos económicos  mas em problemas que têm a ver com a imigração, a religião e o aborto.

Populismo europeu- Os partidos populistas europeus dão mais atenção aos malefícios da globalização e aos problemas causados pela imigração procurando tirar partido da classe média e apontando o fluxo migratório e livre a circulação de capitais e do comércio como a origem de todos os males. Resumindo diria que a plutocracia tenta prosseguir a globalização enquanto sacrifica elementos básicos da democracia como a igualdade de direitos. O populismo tenta simular que é democrático enquanto reduz a exposição à globalização fechando as fronteiras à imigração.

O último capítulo do livro começa com a seguinte pergunta ? O que virá a seguir ? Para que a desigualdade no mundo diminua precisa de um crescimento rápido noutros locais além da China. O aumento da desigualdade pode empurrar ainda mais a política norte-americana no sentido da plutocracia e na China pode transformar o Partido Comunista para um regime mais nacionalista e autocrata ou conduzi-lo no sentido de uma democracia.

Para haver maior igualização na redistribuição da riqueza a longo prazo será necessário: 1-Impostos elevados sobre as sucessões o que impediria os países de poderem transferir uma enorme quantidade de activos para os filhos. 2- Políticas de tributação das sociedades  que estimulem as empresas a distribuir acções pelos trabalhadores , caminhando no sentido de um capitalismo limitado pelos trabalhadores. 3-Políticas fiscais e administrativas que permitam aos pobres e à classe média possuírem e manterem activos financeiros. Tudo isto parece utópico mas faz parte de uma economia do Bem Comum.

Para o autor do livro a redução da desigualdade de rendimentos em termos gerais pode ser preferível mesmo que o  principal objectivo seja reduzir as desigualdades de natureza racial ou de género. Por outro lado os problemas relacionados com o trabalho não se resolvem com a abertura das fronteiras aos imigrantes. “ O crescimento dos países pobres continuará  a ser de importância vital e também a ferramenta mais importante para a redução da pobreza. Taxas de crescimento económico elevadas continuarão a ser essenciais especialmente para os países em África , na Ásia e na América Central. Se o crescimento dos países pobres melhorar, também resolvemos facilmente o problema da procura reprimida da migração. Tal significaria menos política populista e xenofobia na Europa e uma maior utilização da migração como arma política nos EUA “

O último capítulo do livro termina com a seguinte pergunta:  A desigualdade irá desaparecer à medida que a globalização prossegue ?  A resposta é negativa. Os ganhos com a globalização não serão distribuídos de forma equitativa.

publicado por pontodemira às 09:58
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.posts recentes

. A Desigualdade No Mundo

. As Ideias Políticas e Soc...

. Europa-Rússia-América: O ...

. REALIDADE E UTOPIA

. POVO VS DEMOCRACIA

. A Economia do Bem Comum

. NÓS CONTRA ELES ( O fraca...

. O DECLÍNIO DO OCIDENTE

. Cmo Revitalizar Uma Econo...

. Trump e a política anti-i...

.arquivos

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds