Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

O Sínodo da Igreja Anglicana

1-No jornal de Notícias do dia 10/07/2008, o jornalista Manuel António Pina escreveu um texto intitulado “ Porque sabem o que fazem “, no qual diz que a Igreja ( católica ) é misógina e discrimina  as mulheres. Para fundamentar o seu ponto de vista baseia-se no facto de o Vaticano não concordar nem alinhar com a Igreja Anglicana de “ após o sacerdócio, abrir também o bispado às mulheres.”

Pessoalmente discordo da adjectivação utilizada e como leigo católico gostaria de manifestar o que penso sobre o assunto. Grande parte da doutrina da Igreja tem a ver com a importância dada à tradição apostólica do cristianismo primitivo, pois Jesus Cristo não deixou nada escrito. Embora as mulheres tenham acompanhado Jesus e tenham sido as primeiras a anunciar a Ressurreição, a verdade é que não há memória de terem exercido o ministério sacerdotal. E a tradição tem aqui muita força, como a tem também na classificação dos Evangelhos em Canónicos e Apócrifos.

 

2-O articulista aborda ainda a 1ª Carta de S. Paulo aos Coríntios que na sua perspectiva e passo a citar “ consagra a menoridade da mulher que tem que usar o véu no culto em sinal de inferioridade da sua dignidade cristã, e não pode falar na Igreja”. Quanto a isto há que ter em conta o seguinte: S. Paulo era judeu e falava para o contexto daquela época em que a cultura judaica tinha muito peso e colocava a mulher numa situação de inferioridade em relação ao homem. Nas comunidades cristãs primitivas havia um conflito latente entre judaico-cristãos para quem os preceitos da lei ( Tora ) tinham de ser cumpridos e os cristãos pagãos a quem bastava a Fé em Jesus Cristo. De qualquer forma pela leitura global de todas as cartas ficamos a saber que S. Paulo defendia a igualdade dos sexos. Na carta aos Gálatas ( Gl 3,28 ) diz o seguinte: “ Não há judeu nem grego; não há escravo nem homem livre ; não há homem nem mulher porque todos somos um só em Cristo “. A imposição do véu à mulher e a obrigação de não falar na Igreja são regras ultrapassadas e que não têm qualquer uso nos dias de hoje. Quem frequenta a Igreja católica sabe que é assim. Tentar identificar a Igreja actual com S. Paulo no que diz respeito a estas questões é pura mistificação. As mulheres, hoje, não só entram sem véu na Igreja como podem dirigir a celebração da palavra na falta de sacerdote. O que não compreendo é como o jornalista António Pina se preocupa tanto com os problemas internos da Igreja se não é crente.

3-O colunista do JN faz ainda referência a quatro pensadores que tiveram grande influência nos primeiros séculos do cristianismo. São eles: Santo Ambrósio, Santo Agostinho, Orígenes e Tertuliano. Para melhor os situarmos na sua época irei traçar um breve perfil de cada um.

Ambrósio (339-397) foi um brilhante pregador e teve um papel preponderante na conversão de Santo Agostinho. Nos seus discursos e escritos combateu os arianos –seita religiosa que negava a divindade de Jesus. Opôs-se à teocracia e obrigou o Imperador Teodósio a penitenciar-se publicamente por ter massacrado milhares de civis em Tessalónica

Santo Agostinho ( 354) foi uma  figura influente da Igreja e de toda a cristandade. Teorizou a doutrina da graça e do pecado original. Foi fonte de referência teológica durante a idade média. Combateu as heresias do seu tempo: pelagianismo, maniqueísmo  e donatismo. Ele próprio foi maniqueísta antes de se converter ao cristianismo. O livro “  Confissões “ de carácter autobiográfico é talvez o mais lido e conhecido de todas as obras que escreveu.

Orígenes (185-254 ) era um profundo conhecedor da filosofia platónica. Como teólogo e para resolver alguns pontos contraditórios e obscuros da Bíblia propôs uma interpretação em três vertentes: literal, moral e espiritual. Há aqui um certo paralelismo com os gnósticos que admitiam a existência de três tipos de pessoas: somáticos, psíquicos e espirituais. Só os espirituais ( ou pneumáticos) através de ritos iniciáticos chegavam à verdadeira essência de Deus. Este teólogo entendia que a verdade do cristianismo se devia procurar na tradição apostólica.

Tertuliano( 160-225 ) Foi o primeiro teólogo a propor a doutrina da Santíssima Trindade em termos semelhantes aos que foi adoptada no Concílio de Niceia. Para ele as verdades da Fé deviam excluir a Razão e a Filosofia. Foi um apologeta que combateu com forte argumentação dialéctica a heresia gnóstica. São-lhe atribuídas as seguintes frases: Que tem a ver Atenas com Jerusalém? ;  Creio porque é absurdo ( credo quia absurdum) ; Sangue de cristãos é semente de mártires. Com as duas primeiras expressões Tertuliano quis marcar o seu distanciamento da filosofia grega.

 

4-Para concluir diria que o texto do jornalista António Pina tem em vista  sustentar a tese anti-feminista da Igreja Católica. Acontece que os teólogos e pensadores cristãos citados não defenderam o acesso das mulheres ao sacerdócio e muito menos ao bispado.Por outro lado, actualmente a Igreja Católica não obriga as mulheres a usar o véu quando entram na igreja e até podem presidir à celebração da palavra sempre que não haja sacerdote para celebrar a missa. O jornalista deve saber isso muito bem, mas dá-lhe prazer atacar as instituições que não lhe dizem nada, mesmo quando não tem razão. Se não há argumentos o melhor é inventar.

 

Glossário:

Maniqueísmo- Seita fundada pelo persa Mani. Assenta num dualismo radical: Bem e Mal; espírito e matéria; Luz e trevas.     O mundo e o homem ( mistura de espírito e matéria) são maus. A salvação só se consegue pela separação entre as duas naturezas.

Peagianismo- O homem por si só é capaz de realizar obras que agradem a Deus ; minimiza a graça divina que não é necessária para se salvar.

Donatismo:Para esta seita os sacramentos celebrados por sacerdotes indignos eram nulos

 

 

Francisco Martins

 

publicado por pontodemira às 18:50
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2022

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
28
29
30


.posts recentes

. A TIRANIA DO MÉRITO

. UMA BREVE HISTÓRIA DA IGU...

. A SABEDORIA EM TEMPO DE C...

. A NOVA ARTE DA GUERRA- S...

. O PRÍNCIPE_ MAQUIAVEL

. A Consciência Do Limite

. O HOMEM EM BUSCA DE UM SE...

. VIVO ATÉ À MORTE

. A arte de viver em Deus- ...

. OS GRANDES FILÓSOFOS: HUM...

.arquivos

. Junho 2022

. Maio 2022

. Abril 2022

. Março 2022

. Fevereiro 2022

. Janeiro 2022

. Dezembro 2021

. Novembro 2021

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Abril 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub