Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2012

TEORIAS POLÍTICAS

1-Platão é um dos maiores vultos da filosofia grega da Antiguidade. Nasceu em Atenas ( 428-427 a.c. ) e aí fundou uma Academia. Foi discípulo de Sócrates. Escreveu um número considerável de livros dos quais destaco os seguintes: Apologia de Sócrates, Banquete, Fédon, Leis e República. A maior parte dos textos são em forma de diálogo. Este estilo insere-se no método dialéctico que em Platão consiste na discussão oral de um assunto, avançando através de hipóteses que se vão eliminando até se chegar a uma conclusão final.

Do ponto de vista filosófico podemos dizer que Platão é um idealista na medida em que a essência das coisas se encontra nas ideias. Aquilo que vemos no mundo exterior são apenas aparências. A verdadeira realidade e o arquétipo das coisas encontra-se no mundo das ideias que contém a essência e a substância dos seres. Para melhor explicar esta teoria Platão criou a “ alegoria da caverna “ que se pode traduzir em poucas palavras da seguinte maneira:  à entrada de uma caverna e de costas voltadas par o exterior encontram-se agrilhoados, desde a nascença,  vários prisioneiros. Atrás deles, por uma vereda, passam várias pessoas que o clarão de uma fogueira projeta nas paredes internas da caverna. Os prisioneiros que nunca tiveram qualquer contacto com o mundo exterior tomam aquelas sombras pela realidade quando na verdade aquilo que vêem são apenas sombras.

Também connosco seres humanos se passa o mesmo. Vivemos num mundo de ilusões tomando as  aparências  pela realidade. Platão distinguia, aliás, muito bem o verdadeiro conhecimento ou seja aquele que é conduzido ,pela razão ,até à essência das coisas ( sophia  ) daquele que aborda apenas as aparências e  nâo passa de mera opinião ( doxa )

2-Como político Platão é um utópico pois imagina e concebe uma sociedade ideal que não existe em lado algum. Segundo a teoria exposta no livro “ A República “( 1 ) existem as seguintes formas de governo : timocracia, oligarquia e democracia.

A timocracia é um pouco difícil de definir mas podemos considerar um meio termo entre a aristrocracia e a oligarquia. Para uns é um regime censitário baseado nos bens de cada um. Para outros tem a ver com a noção de honra e com o desejo e a ambição do homem. A oligarquia é o governo dos ricos que governam no seu próprio interesse. A democracia é um regime em que governam os pobres contra os ricos.. A melhor forma de governo seria na opinião de Platão uma monarquia sofocrática em que o poder estivesse nas mãos de um Rei- filósofo.

Ao lermos “ A República “ constatamos que a política, a psicologia e a ética caminham lado a lado e em perfeita interligação. A alma é constituída por 3 elementos : o elemento concupiscente Apetitivo ) , o elemento irascível ( espiritual )e o elemento racional ( espiritual ).

Por analogia também na sociedade há três classes : 1- governantes ( guardiões perfeitos ) 2-guerreiros ou militares ( guardiões simples ) e 3- produtotres ( agricultores e artesãos )

A cidade perfeita deverá possuir 4 virtudes : sabedoria ( sophia ) ,coragem ( andreia ), temperança ( sophrosyne ) e Justiça ( dikaiosyne )

Relacionando as partes da alma e as virtudes com as classes políticas teremos o seguinte esquema :

1-Os governantes agem segundo a sabedoria e neles actua a parte racional da alma.

2-Os guerreiros são movidos pela coragem que corresponde à parte irascível da alma

3-Os produtores são guiados pela virtude da temperança e a eles corresponde a parte concupiscente da alma.

A justiça seria a súmula das outras virtudes e consistia fundamentalmente em cada um desempenhar na sociedade a função para a qual é mais dotado. ( Rep 433e  a posse do que pertence a cada um  e a execução do que lhe compete constitui a justiça )

A maior originalidade em Platão está em reconhecer que os guardiões não devem possuir propriedade privada ( Rep 416d – nenhum possuirá quaisquer bens próprios, a não ser coisa de primeira necessidade; em seguida nenhum terá habitação ou depósito algum, em que não possa entrar quem quiser . “ Todas estas exigências são depois justificadas ( Rep 417b Se possuírem terras próprias, habitações e dinheiro, serão administradores dos seus bens e lavradores, em lugar de guardiões, volver-se-ão em déspotas, inimigos dos outros cidadãos, em vez de aliados, passarão toda a vida a odiar  e a ser odiados. )

Por incrível que pareça temos aqui o primeiro comunista da história. Mas Platão ainda vai mais longe quando afirma que os governantes não poderão constituir família ( Rep457d Que estas mulheres todas serão comuns a todos esses homens, e nenhuma coabitará em particular com nenhum deles ; e, por sua vez, os filhos serão comuns, e nem os pais saberão quem são os seus próprios filhos, nem os filhos os pais. “ ). E por razões de eugenia ou de selecção dos melhores vai ao ponto de aconselhar ( Rep 459d-e )  ( que os homens superiores se encontrem com as mulheres superiores o maior número de vezes possível, e inversamente, os inferiores com as inferiores, e que se crie a descendência daqueles e de estes não “ )

Platão estabelece assim dois tipos de comunidades : a comunidade de bens ( comunismo político só para os guardiões ) e a comunidade das mulheres e dos filhos . Mas não se pense que o filósofo discrimina as mulheres. Ele reconhece que as mulheres são tão aptas como os homens para desempenhar qualquer função na cidade. Mas como as naturezas são diferentes é natural que a mulher seja mais débil do que o homem para executar determinadas tarefas ) Rep 456ª  A aptidão natural , tanto do homem como da mulher, para guardar a cidade é por conseguinte, a mesma , excepto na medida em que a desta é mais débil, e a daquele mais robusta . )

Resumindo direi que que Platão defende um Estado autoritário e pouco ortodoxo. Por um lado restringe a liberdade aos guardiões ( governantes e militares ) pois esta classe não pode criar laços familiares. Por outro lado apenas permite a propriedade privada aos produtores ( agricultores  e artífices ) Depois só alguns privilegiados podem chegar ao poder político. A pessoa  mais indicada para governar a cidade ( polis ) seria o Rei- filósofo . Na primeira fase ia-se à classe dos guerreiros recrutar os melhores. Depois através de uma educação especial que incluía  a aritmética, a geometria e a dialéctica procurava-se que todos eles atingissem o verdadeiro conhecimento. A partir daí estavam preparados para governar com poderes ilimitados.  A teoria política de Platão é pois utópica, totalitária e em certo sentido discriminatória.

Livros de consulta básicos

1-      A República – Platão  Fundação Calouste GulbenKian

2-      Historia do Pensamento Político Ocidental- Prof. Freitas do Amaral –Livr. Almedina

 

 

FRANCISCO MARTINS

publicado por pontodemira às 21:24
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Os incêndios florestais (...

. Os grandes filósofos: Mar...

. Os Grandes filósofos: Ben...

. Os incêndios florestais

. O Euro- como moeda única ...

. O Papa Francisco peregrin...

. O terrorismo

. As baboseiras do Sr. Jero...

. Bandarra: profetismo mes...

. A Ordem Mundial

.arquivos

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds