Quarta-feira, 7 de Julho de 2010

O sonho adiado da selecção

 

1-No princípio todos os sonhos eram possíveis . Muitos portugueses até pensavam que Portugal  podia ser campeão do Mundo de futebol.  Sempre que há um campeonato da Europa ou do Mundo a festa começa cedo.  Há espectáculo por todo o lado , agitam-se bandeiras e vestem-se camisolas da selecção .  Mas quando se deitam foguetes antes da festa é certo e sabido que os sonhos se vão transformar em desilusão . Foi o que aconteceu mais uma vez a Portugal neste campeonato do Mundo . A selecção portuguesa entrou cautelosa logo no primeiro jogo e não arriscou nada. O resultado foi um empate sem golos com a Costa Rica. Com a Coreia do Norte tínhamos mesmo que ganhar para garantir a permanência no campeonato e fomos forçados a jogar deliberadamente ao ataque. O resultado excedeu as expectativas e goleámos os coreanos. Mas foi sol de pouca dura. Com o Brasil voltámos a ser uma equipa receosa mais preocupada em defender do que atacar. O empate servia e não nos preocupámos em ser o primeiro do grupo. Era previsível que viéssemos a jogar com a Espanha e foi isso que veio a acontecer. E  aqui terminou o nosso sonho.  Aguentámos bem o primeiro tempo mas na segunda parte a Espanha teve o controlo e a posse de bola e nós limitámo-nos a ver jogar. A questão que se coloca é a de saber por que não jogámos taco a taco com os espanhóis . Quando a passagem à fase seguinte se decide num só jogo não se pode jogar para o empate.

 

2-Fazendo um balanço e uma retrospectiva de outros campeonatos verificamos que Portugal claudica sempre nos momentos decisivos. Parece que nos falta força física e anímica para a alta competição. Pessoalmente tenho que reconhecer que não percebo nada de futebol. De qualquer forma dá para entender que os treinadores não são capazes de delinear a táctica mais adequada para cada jogo e por outro lado não conseguem incutir nos jogadores o espírito de vitória. Há assim uma tripla vertente que é fundamental para se ganharem jogos : preparação física , força anímica e uma boa táctica. É isso que tem faltado à nossa selecção e um bom treinador tem que ter em conta esses objectivos.

 

3-Já depois da equipa portuguesa se ter despedido do campeonato os espectáculos de rua da RTP continuaram com o slogan “ Força Portugal “ Segundo percebi tratava-se agora de  apoiar os que na Ciência , na Arte e nas Letras têm dignificado o nosso país. Acho muito bem alimentar o ego dos portugueses mas não é com festas e agitando bandeiras que conseguimos ultrapassar a crise em que estamos mergulhados. Sem trabalho, iniciativas empresariais, investimentos em produtos de qualidade que possam ser exportados não vamos a lado nenhum.

Em 1498 dobrámos o Cabo das Tormentas que depois se passou a chamar Cabo da Boa Esperança. Mas as esperanças de Portugal, na realidade, não se concretizaram. Comercializaram-se as especiarias da Índia e com o ouro do Brasil construíram-se belos monumentos e palácios sumptuosos . Mas por aqui se ficou. Vendemos as matérias-primas e importámos quase sempre os produtos manufacturados. As indústrias manufactureiras ou não existiram ou pouco ou nada contribuíram para o desenvolvimento do país. Faltou a Portugal uma revolução industrial tal como aconteceu na Inglaterra nos séculos XVIII e XIX.

 

4-E que tem tudo isto a ver com o futebol, perguntarão .Por analogia podemos dizer que temos bons jogadores que são a matéria- prima com que se constrói uma boa equipa. A maior parte deles quando têm qualidade são vendidos pelos clubes para equipas estrangeiras. Mas sempre que jogam na selecção ficam-se pela mediocridade. Quais as razões que justificam este duplo comportamento ?  De duas uma : ou se aplicam mais nos clubes para merecerem o dinheiro que ganham ou o seleccionador nacional não consegue arranjar um esquema táctico onde os jogadores possam tirar partido dos seus talentos. Tudo é possível e tem de haver uma explicação.

E não faltam as desculpas esfarrapadas dos que dizem que Portugal é um país pequeno e não podia ir mais além. Só não compreendo como é que ainda antes do campeonato começar estávamos em 3º lugar no ranking internacional das melhores equipas.  Não nos podemos esquecer que a Grécia também é um país pequeno e já ganhou um campeonato da Europa.  A Holanda que é mais pequena que Portugal também já ganhou um campeonato.

O problema não está na nossa pequenez. Falta-nos a autoconfiança e normalmente quando partimos para os jogos já vamos derrotados porque não acreditamos nas nossas capacidades.  Neste campeonato do Mundo a disputar na África do Sul jogámos quase sempre para não perder e o medo levou-nos a adoptar tácticas defensivas.  E quem joga para empatar quase sempre perde. Foi o que nos aconteceu.

Daqui a dois anos temos um campeonato da Europa e em 2014 o campeonato do Mundo. O que se pede é mais trabalho e menos espectáculo de rua. As estrelas, os craques ,de nada valem  se não formos capazes de construir uma equipa.

 

FRANCISCO MARTINS

 

 

 

publicado por pontodemira às 22:35
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Democracia, populismo e x...

. Democracia,populismo e xe...

. Os incêndios florestais (...

. Os grandes filósofos: Mar...

. Os Grandes filósofos: Ben...

. Os incêndios florestais

. O Euro- como moeda única ...

. O Papa Francisco peregrin...

. O terrorismo

. As baboseiras do Sr. Jero...

.arquivos

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds