Terça-feira, 22 de Dezembro de 2009

NATAL 2009

                                        

1-Estamos a aproximar-nos do dia de Natal.  Esta é um época de grandes tradições familiares e cristãs. À mesa da consoada vão juntar-se os familiares mais próximos. Os que por razões de vária ordem não podem comparecer marcam presença em espírito. Mas a verdadeira tradição cristã do Natal está a perder-se. O símbolo que predomina, um pouco por todo o lado, é o Pai-Natal e não o presépio. O Natal transformou-se numa rotina consumista e de excessos alimentares. Poucos são os que vão à missa e para quem Jesus Cristo diz alguma coisa. E no entanto Jesus marcou a História e a cultura europeias.

 

2-Festejamos o Natal no dia 25 de Dezembro mas o facto é que não se sabe ao certo nem o ano nem a data exacta. O que a história nos diz é que Jesus nasceu no tempo do imperador romano Octávio Augusto e de Herodes rei dos judeus. Por paradoxal que pareça Cristo nasceu antes da era cristã ou seja entre ( 6 e 4 ). O erro deve-se ao monge Dionísio, o Pequeno , que no século VI fez o cálculo errado, situando o início da era cristã no ano de 754 depois da fundação de Roma e não no ano de 750, ano em que morreu Herodes, ou seja 4 anos mais tarde. A partir do imperador Constantino no século IV , o Natal passou a ser celebrado no dia 25 de Dezembro. A origem desta escolha está no facto de os pagãos celebrarem nesta data a festa do Rei Sol. Assim substituiu-se o culto de um deus pagão por Cristo que é  Sol e Luz para toda a Humanidade.

 

3-Através das fontes que possuímos, particularmente pelos evangelhos de Mateus e de Lucas sabemos que Jesus nasceu em Belém e passou a sua infância na Galileia. Iniciou depois a sua vida pública percorrendo a região do Jordão, a Galileia, a Judeia, vindo a passar os últimos dias em Jerusalém onde foi crucificado. Na sua mensagem anuncia Deus, Pai e o seu Reino. E os sinais do Reino estão precisamente nos prodígios que realiza: expulsa os demónios, cura e faz milagres. Jesus estabeleceu amizade com pobres e pecadores. Perdoou a todos e e acolheu os pobres e marginalizados da sociedade. Pelas suas palavras muitos são os que os que se convertem e mudam de vida. Mas o fulcro e o centro da sua mensagem está na Lei do Amor e do perdão. O ódio e a vingança caem por terra e são substituídos pelo amor e pela bondade. Toda a parafernália de Leis que os judeus tinham resumem-se a uma só Lei : “ Ama a Deus com todas as tuas forças  e ao próximo como a ti mesmo. “  Neste princípio se consubstancia toda a fé cristã. Jesus ao tronar-se homem veio aproximar Deus de nós. Deus fez-se Homem para nos salvar. Deste modo já não é aquele deus abstracto, longínquo e distante dos gregos e romanos a quem é preciso aplacar a ira com sacrifícios e oferendas. Jesus ao assumir a condição humana e ao ressuscitar abriu um caminho de esperança para todos os homens.

 

4-Seria bom que o Natal fosse também um tempo de reflexão e de partilha. Há muita gente que vive em condições miseráveis, em bairros de lata ou sem um abrigo onde se recolher. Outros passam fome e morrem de doenças. Ora, os bens e as riquezas do Planeta Terra, criados por Deus não são exclusivo de ninguém e deviam estar ao serviço de todos. Se os recursos existentes forem bem aproveitados e os géneros alimentares bem distribuídos evitar.se-iam situações de carência extrema.. Há países africanos onde as ajudas humanitárias não chegam porque não existem estradas nem infra-estruturas que permitam um rápido abastecimento. Em épocas de abundância estragam-se muitos produtos que não têm venda e que poderiam matar a fome a muita gente. Depois temos  as multinacionais que para terem mais lucros deslocalizam as empresas lançando no desemprego milhares de trabalhadores.

Todos estes casos se poderiam resolver através da solidariedade internacional: das nações mais ricas mas também de todos e de cada um de nós. Jesus nos evangelhos louva os que são capazes de partilhar com os outros do que têm. Chega mesmo a elogiar uma pobre viúva que deitando na caixa das esmolas poucas moedas deu tudo quanto tinha. A partilha, da qual ninguém se devia excluir ,é um dos mais nobres gestos do ser humano. E será esta a via a seguir se quisermos edificar uma sociedade mais justa e fraterna.

 

FRANCISCO  MARTINS

 

publicado por pontodemira às 19:49
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Democracia, populismo e x...

. Democracia,populismo e xe...

. Os incêndios florestais (...

. Os grandes filósofos: Mar...

. Os Grandes filósofos: Ben...

. Os incêndios florestais

. O Euro- como moeda única ...

. O Papa Francisco peregrin...

. O terrorismo

. As baboseiras do Sr. Jero...

.arquivos

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds