Sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

HOMOSSEXUALIDADE E CASAMENTO

1-O Padre Manuel Marujão, secretário da Conferência Episcopal , afirmou recentemente que, “ ser homossexual não é pecado, como não é virtude ser heterossexual “.

Ao consultar a enciclopédia da Agência Ecclesia ( internet ) verifiquei que a homossexualidade está incluída no pecado da luxúria. Também no Catecismo da Igreja Católica se pode ler o seguinte : “ Apoiando-se na Sagrada Escritura, que os apresenta como depravações graves, a Tradição sempre declarou que “ os actos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados ( CDF, decl. Persona humana 8 ). São contrários à lei natural, fecham o acto sexual ao dom da vida, não procedem de uma verdadeira complementaridade afectiva sexual, não podem em caso algum, receber aprovação. “  Parece pois haver aqui uma contradição entre o que diz o secretário da Conferência Episcopal  e a doutrina oficial da Igreja Católica. Por outro lado ficamos sem saber se o Padre Marujão fala em nome pessoal ou se traduz o pensamento dos bispos que representa. Este é um assunto que merecia ser esclarecido para evitar falsas interpretações.

 

Se folhearmos a Bíblia, sobretudo o Antigo Testamento,  podemos ler várias passagens que condenam a homossexualidade. A título de exemplo citaria o livro Levítico, onde se faz uma advertência que não deixa margem para dúvidas : “ Não te deites com um homem ,como se fosse uma mulher : é uma abominação…. O homem que se deita com outro homem, como se fosse uma mulher, comete uma abominação. Os dois são réus de morte. “ ( Lev 18,22 ; 20,13 )

 

No Novo Testamento temos São Paulo que condena inequivocamente a homossexualidade e enumera três tipos de homossexuais. Os efeminados, parceiro homossexual passivo( malakoi )   ; os homossexuais activos ( arsenokoitai ) e os pederastas (andrapodistai ). E passo a citar alguns versículos das cartas de São Paulo:

 Foi por isso que Deus os entregou a paixões degradantes. Assim, as suas mulheres trocaram as relações naturais por outras que são contra a natureza. E o mesmo acontece com os homens: deixando as relações naturais com a mulher, inflamaram-se em desejos  de uns pelos outros, praticando, homens com homens, o que é vergonhoso. ( Rm 1,26,27 )

E tendo em conta que a lei não foi feita para o justo, mas para os maus e rebeldes, para os ímpios e pecadores, para os sacrílegos e profanos, para os parricidas e matricidas, homicidas, impudicos, pederastas, traficantes de escravos, mentirosos ,perjuros e tudo aquilo que está em contradição com a sã doutrina, segundo o Evangelho da glória do Deus bem-aventurado, que nos foi confiado. ( 1 Tm 1,9,10,11 )

Não vos iludais: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os pedófilos, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os beberrões, nem os caluniadores ,nem os salteadores herdarão o Reino de Deus. ( 1Cor 6,9,10 )

 

É claro que nem tudo  na Bíblia  se pode tomar à letra.  Há sempre que ter em conta o contexto  e a  influência da cultura judaica. De qualquer forma São Paulo deixa bem claro que a homossexualidade é um vício que é necessário combater. O juízo teológico e moral que esta questão levanta tem a ver com o projecto ou aliança que Deus fez quando criou o homem e a mulher ( Gen 1, 27,28 )

Se a homossexualidade é genética, então há que ter isso em conta quando se fazem juízos de valor. Concordo com a Igreja quando diz que para estes casos deve haver tolerância e compreensão. O que não me parece correcto é a discrepância entre a doutrina expressa no catecismo e o que certas vozes autorizadas da Igreja dizem cá fora aos órgãos de comunicação social.

 

2-Dentro em breve será posta à votação na Assembleia da República uma proposta de lei que visa instituir o casamento entre homossexuais. È uma iniciativa polémica embora o Governo tenha toda a legitimidade para o fazer. Segundo elementos que pude recolher, apenas 5 países da Europa permitem o casamento entre pessoas do mesmo sexo : Holanda, Bélgica, Espanha, Noruega e Suécia. Fora da Europa é autorizado no Canadá, África do Sul e em 5 estados do EUA. Há no entanto 26 países que reconhecem as uniões de facto entre homossexuais e lhes dão um instituto parecido com o casamento. Em França, por exemplo, os homens podem assinar um Pacto Civil de Solidariedade e definir através de uma convenção o regime de bens e as regras quanto às despesas comuns. Apenas fica vedado aos homossexuais o direito à adopção de crianças.  É caso para perguntar por que é que Portugal não opta por um instituto semelhante a este, preservando, assim ,o significado que o casamento  sempre teve ao longo de séculos ,bem diferente do que hoje lhe querem atribuir. Portugal foi um dos primeiros países a abolir a pena de morte. Agora para não perdermos o balanço queremos ficar na História entre os primeiros a instituir o casamento de homossexuais. Como se o país não tivesse outros problemas bem mais importantes para resolver.

 

FRANCISCO MARTINS

 

 

publicado por pontodemira às 22:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Os incêndios florestais (...

. Os grandes filósofos: Mar...

. Os Grandes filósofos: Ben...

. Os incêndios florestais

. O Euro- como moeda única ...

. O Papa Francisco peregrin...

. O terrorismo

. As baboseiras do Sr. Jero...

. Bandarra: profetismo mes...

. A Ordem Mundial

.arquivos

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds