Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

ACTUALIDADE POLÍTICA ( breve comentário )

 

 

FINANCIAMENTO PARTIDÁRIO

No que toca a receber dinheiro do Estado todos os partidos se entendem e não é difícil arranjar consensos ou até mesmo unanimidade .A nova Lei de financiamento partidário é um verdadeiro escândalo para não dizer vergonha. Segundo dados que recolhi os partidos vão poder gastar mais 17,8 milhões de euros do que o previsto no Orçamento na Assembleia da República para 2009. Assim, em vez de 70,5 milhões de euros os partidos vão poder gastar 88,3 milhões de euros nas três eleições que se vão realizar este ano ( Europeias, Legislativas e Autárquicas ). Nas eleições Europeias o partido mais gastador é o PSD com 2,2 milhões de euros, seguindo-se o PS com 1,5 milhões de euros, o PC com 1,2 milhões de euros, o BE com 800 mil euros e o CDS com 400 mil euros.

Em época de crise, pelo menos para os partidos, o dinheiro não falta como os números demonstram. De nada valeu a recomendação do Senhor Presidente da República que aconselhou os partidos a moderarem os gastos eleitorais. Pessoalmente entendo que cada autarquia devia indicar o local ou os locais onde afixar obrigatoriamente os cartazes de propaganda e não me repugnava nada que o espaço fosse igual para todos os partidos. Não é pela quantidade de cartazes publicados que um partido vai ganhar ou ter um bom resultado nas eleições, mas pelo programa que apresentar aos eleitores e pelas mensagens que conseguir passar através dos meios de comunicação social, em particular da televisão.

 

 

MANUEL ALEGRE E O PS

 Afinal Manuel Alegre resolveu continuar no Partido Socialista embora não aceitasse fazer parte das listas eleitorais. Desta forma ,se o partido Socialista ganhar as eleições poderá criticar o Governo cá fora e não no Parlamento o que já é uma vantagem no caso de não haver  maioria absoluta. Sócrates livrou-se de um deputado incómodo e Alegre ficará numa posição que lhe permite ao mesmo tempo estar fora e dentro do partido. À primeira vista esta táctica poderá ter como objectivo voltar a candidatar-se a Presidente da República nas próximas eleições. Mas o futuro é imprevisível. Se o Prof. Cavaco Silva se recandidatar as possibilidades de vencer serão muito reduzidas. Por outro lado se continuar ao lado do Bloco de Esquerda  contra um hipotético governo do PS é natural que Sócrates lhe retire o tapete nas eleições presidenciais. Tudo isto irá depender em grande parte dos resultados das próximas eleições legislativas.

 

BALANÇO DA VISITA DE BENTO XVI À TERRA SANTA

A visita do Papa à Terra Santa que se antevia difícil e arriscada decorreu ordeiramente e sem incidentes. Bento XVI contactou com as diferente comunidades religiosas: muçulmana ,drusa, cristã e judaica.Teve ainda encontros com o Preimeiro-Ministro e Presidente da República de Israel e também com as autoridades da Palestina. Defendeu de forma inequívoca a criação de um Estado Palestino, livre e soberano, pronunciou-se contra o embargo a Gaza e condenou a construção do muro israelita na Cisjordânia. A este propósito disse o seguinte: “ Embora os muros possam ser facilmente construídos, todos sabemos que não duram eternamente. Mas antes é necessário remover os muros que construímos em volta dos nossos corações, as barreiras que erigimos contra o próximo . “ E acrescentou : “ Por mais que um conflito possa parecer profundo e sem saída, existem sempre motivos para esperar que possa ser resolvido. “ Bento XVI disse ainda que “ a Paz no Médio Oriente só é possível com espírito de cooperação e de respeito recíproco, em que os direitos e a dignidade de todos sejam reconhecidos e respeitados “

Apesar do esforço e das diligências do Papa, se as autoridades da palestina continuarem a negar o direito de Israel como país soberano, certamente que a Paz jamais será consolidada. Caberá às autoridades internacionais, nomeadamente ao Presidente Obama remover a  irrredutibilidade  das posições mais radicais pois sem cedências recíprocas a guerra irá conduzir à destruição de uma das partes. Não compreendo como é que judeus e muçulmanos, tendo como religião um único Deus e na sua origem o mesmo patriarca, Abraão, se guerreiam com ódio e espírito de vingança. Será que Deus pode instigar à guerra ?  Deus, por essência, só pode ser bom. Num livro que acabei de ler recentemente  “ Os segredos da Capela Sistina “ ( 1)  Miguel Ângelo, artista de ideias avançadas para a sua época, procurou, através de mensagens ocultas no tecto e nas paredes da Capela Sistina, fazer  a ponte entre Deus e os homens.  Como dizia o Evangelho da missa do passado domingo, Deus não faz acepção de pessoas. Por isso judeus, muçulmanos e cristãos são igualmente filhos de Deus e com tal deveriam cooperar na construção da Paz.

 

1-Os segredos da Capela Sistina, Benjamim Blech e Roy Dollinder-Campo das Letras

 

A ÁFRICA A SAQUE

 

A revista Além-Mar deste mês ( Maio ) traz um texto do jornalista José Carlos Rodriguez, intitulado “  A nova corrida “ que me impressionou bastante. Em certos países africanos, onde a guerra se instalou, as populações nativas foram obrigadas a abandonar as terras que tratavam. Governantes sem escrúpulos  estão a pôr as melhores terras agrícolas à disposição dos países mais ricos quando a maior parte da população ou passa fome ou se encontra mal alimentada. Há casos em que se trocam terras por contratos de energia e de investimentos em infra-estruturas. Desta lista fazem parte os seguintes países: Moçambique, Sudão, Uganda, Angola, Gana, Etiópia, Zâmbia, República Democrata do Congo, Senegal, Tanzânia, Camarões, Zimbabué e Madagáscar. Mais grave ainda é o caso da Zâmbia que demarcou milhares de hectares de terras para os pôr à venda a investidores estrangeiros. Tudo isto tem a ver com o aumento demográfico da população de alguns países mais ricos que são obrigados a importar produtos alimentares para satisfazer as suas necessidades. Há também casos em que a produção de milho, mandioca e óleo de palma tem como objectivo a produção de biocombustíveis. Estas situações são de extrema gravidade dado que o índice de pobreza é elevado e muitas pessoas sofrem de desnutrição.

Como nos países africanos não há registo de propriedades, o que vai acontecer é que quando as populações puderem regressar aos seus locais de origem irão encontrar as suas terras ocupadas  e não poderão reclamar os seus direitos. Em África como se vê qualquer político corrupto pode fazer do seu país uma coutada  pessoal. Isto só é possível porque os governos são preenchidos por ditadores que se servem de todos os meios para se perpetuarem no poder.

Os países africanos só se poderão auto-desenvolver com a ajuda solidária e humanitária dos países mais ricos. Se a curto prazo nada for feito a explosão social- revoltas, fome, fluxos migratórios-   irá converter-se numa verdadeira tragédia. Além de mais existem já algumas regiões de África que devido às alterações climatéricas estão já a desertificar-se.

 

Francisco Martins

 

 

 

 

 

 

 

publicado por pontodemira às 22:53
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Os incêndios florestais (...

. Os grandes filósofos: Mar...

. Os Grandes filósofos: Ben...

. Os incêndios florestais

. O Euro- como moeda única ...

. O Papa Francisco peregrin...

. O terrorismo

. As baboseiras do Sr. Jero...

. Bandarra: profetismo mes...

. A Ordem Mundial

.arquivos

. Outubro 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Setembro 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds